Vendas: 0800 033.3393 +55 11 97095-1626
Como Prevenir os Efeitos Colaterais da Radioterapia?

Como Prevenir os Efeitos Colaterais da Radioterapia?

Publicado por: Wecare Publicado: 30/05/2019 Visitas: 37679 Comentários: 1

Felizmente, nos dias atuais a medicina evolui de maneira considerável. Por envolver a questão de conforto e bem-estar de pacientes, tratamentos oncológicos estão sempre recebendo novidades que aceleram o processo de cura, além de trazer cada vez menos efeitos colaterais a quem precisa se submeter a esse tipo de terapia.

Embora o tratamento de radioterapia possa ser incômodo, existem muitas formas de amenizar seus efeitos colaterais trazendo mais bem-estar e qualidade de vida ao paciente oncológico.

A seguir mostraremos quais são as formas de prevenção desses efeitos. Não deixe de ler o artigo.

 

Quais são os principais efeitos colaterais da radioterapia?

Os efeitos colaterais da radioterapia estão associados de forma direta à utilização de altas doses de radiação usadas para matar as células cancerosas. Embora isso possa parecer assustador, nos dias atuais, devido à tecnologia dos aparelhos, as reações adversas são muito mais amenas, e facilmente controladas.

Normalmente, os efeitos colaterais da radioterapia estão diretamente relacionados aos órgãos e regiões que estão sendo tratados, uma vez que esse tratamento inclui aplicação de radiação localizada.

Os principais efeitos colaterais da radioterapia são:

  • Vermelhidão, ardor, coceira no local irradiado;
  • Surgimento de bolhas ou descamação;
  • Dor;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Falta de apetite.
     

Como prevenir o surgimento desses efeitos?

Como podem ocorrer diferentes efeitos colaterais, vamos mostrar como cada um deles pode ser prevenido.

Alterações na pele

A primeira medida para prevenir alterações na pele é lavar a região com água fria, pois água quente ou morna pode piorar coceiras e irritações.

Também é super importante evitar o uso de produtos como cremes e loções que não seja especiais para pacientes oncológicos. Afinal os produtos comuns contém substâncias que podem prejudicar ainda mais a pele sensível.

Mas manter-se hidratado internamente com a ingestão de água e externamente com a hidratação da pele com cremes e loções especiais, é fundamental para a saúde da pele antes e depois do procedimento de radioterapia.

Com a relação a mucosa bucal, que tende a sofrer muito com o impacto da radioterapia, desencadeando a mucosite, é muito importante o uso de produtos específicos para hidratar, proteger e/ou restaurar a mucosa que já sofreu o impacto do tratamento da radioterapia.

Falta de apetite

Para aumentar o apetite, antes das sessões é importante se alimentar de maneira saudável, consumindo vitaminas de frutas, verduras, legumes, arroz, além de doses de proteínas como carnes, ovos e feijão. Cereais como aveia também são importantes por conta do aporte energético nutricional.

Pingar gotas de limão na língua ou mastigar pequenos pedaços de gelo antes das refeições são ótimas maneiras de abrir o apetite. Usar ervas aromáticas nas refeições e variar o cardápio para não enjoar da comida também são estratégias certeiras.

Náuseas e vômitos

Para esses efeitos colaterais é importante evitar alimentos fritos ou gordurosos, preferindo alimentos mais secos, como torradas, pães e biscoitos ou então alimentos gelados, como gelatina, mingau, leite ou iogurte.

Além disso, deve-se diminuir o tamanho das refeições, comendo pequenas porções por vez, e utilizar roupas mais confortáveis. 

Diarreia

A ingestão de líquidos, como água, água de coco natural e sucos naturais é importante para manter o organismo hidratado e prevenir quadros de diarreia. Alimentos gordurosos, fritos ou ricos em fibras, como legumes ou verduras devem ser evitados após as sessões de radioterapia, sendo melhor optar por alimentos de fácil digestão, como maçã, ovos, pães brancos e carnes magras grelhadas.

Dor

Para amenizar os quadros de dor, recomenda-se a prática de atividades físicas leves, quando forem permitidas pelo médico. Entre as principais estão caminhadas, pilates e hidroginástica, pois favorecem a liberação de substâncias que causam bem-estar, amenizando a dor sem sobrecarregar o organismo.

Como é possível notar, simples ações podem trazer muito mais qualidade de vida ao paciente e diminuir os efeitos colaterais da radioterapia

É importante que você saiba que as recomendações acima tem como base as recomendações mais indicadas por profissionais oncológicos. Assim garantimos a entrega de conteúdos com mais qualidade.

 

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo.

PS: Devido as ações de alguns robôs e pessoas mal intencionadas, todos os comentários em nosso blog passam por análises antes de serem aprovados. Portanto, se você fizer um comentário e o mesmo não aparecer de imediato como publicado, basta aguardar nossa aprovação.

 

Fontes:

https://www.tuasaude.com/efeitos-colaterais-da-radioterapia/

https://centrodeoncologia.com/noticias/informacoes-para-pacientes/tratamentos/efeitos-colaterais-da-radioterapia/

http://www.oncologiador.com.br/portal/dicas/pele-tratar-e-evitar-efeitos-colaterais-cancer/

https://www.hcancerbarretos.com.br/radioterapia-2

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.