0800 033.3393 +55 11 97095-1626
Quais são os tratamentos para o câncer de pulmão?

Quais são os tratamentos para o câncer de pulmão?

Publicado por: Jeferson Souza Publicado: 16/10/2018 Visitas: 743 Comentários: 0

Existem diversos tipos diferentes de câncer de pulmão, divididos em dois grupos. Cada um desses tipos de câncer é tratado de uma forma diferente e específica. Os pulmões são responsáveis por levar oxigênio ao sangue e remover dióxido de carbono do mesmo.

O câncer de pulmão se inicia quando as células dos pulmões se tornam anormais e começam a crescer fora de controle. No post de hoje, você vai entender os tipos diferentes de câncer de pulmão e os tratamentos usados para esses casos.

 

Quais são os tipos de câncer de pulmão? 

Existem dois grupos de câncer de pulmão: o câncer de pulmão de células pequenas e o câncer de pulmão de células não pequenas. O segundo grupo é o que apresenta os tipos mais comuns de câncer de pulmão.

 

Câncer de pulmão de células não pequenas 

Neste grupo de encontra a maior parcela dos casos de câncer de pulmão, sendo:

 

Adenocarcinoma 

O adenocarcinoma de pulmão ocorre principalmente em fumantes ou ex-fumantes, mas também é o tipo mais comum de câncer de pulmão entre toda a população. Cerca de 40% dos cânceres de pulmão são adenocarcinomas.

Ele é geralmente encontrado na parte externa dos pulmões e tende a crescer de forma mais vagarosa do que outros tipos de câncer, além de ser mais provável o diagnóstico antes da disseminação, mas isso varia de paciente para paciente.

 

Carcinoma de células escamosas (epidermóide) 

Cerca de 25% a 30% de todos os cânceres de pulmão são carcinomas de células escamosas. Esse tipo de câncer tem origem em células escamosas que revestem o interior das vias aéreas nos pulmões. Frequentemente ligados ao fumo, eles são mais encontrados na região central, próximo aos brônquios.

 

Carcinoma de grandes células 

Este tipo de câncer de pulmão representa cerca de 10% a 15% dos casos e pode aparecer em qualquer parte do pulmão. Tende a crescer rapidamente, o que pode dificultar o tratamento.

Existem outros tipos menos comuns de câncer de pulmão, incluindo os do grupo dos cânceres de pulmão de células pequenas. É importante identificar o tipo de câncer de pulmão que o paciente tem para ministrar o tratamento de acordo.

 

Causas do câncer de pulmão 

A principal causa de todos os tipos de câncer de pulmão é o fumo. A nicotina é uma substância altamente tóxica para o organismo e, ao longo do tempo, pode desencadear alterações celulares que levam ao câncer.

Também existe o câncer de pulmão em não fumantes. Nestes casos, fatores de risco são a exposição à inalação de substâncias químicas (comum em determinadas indústrias e ambientes de trabalho), poluição ou o famoso “fumante por tabela”.

Há também casos em pessoas que não apresentam nenhum desses agravantes e, portanto, não podemos dizer que essas causas são absolutas, e sim fatores de risco.

 

Efeitos (sintomas) do câncer de pulmão 

O câncer de pulmão é o crescimento descontrolado e anormal das células dessa região. Esse crescimento pode levar a diversas complicações caso não seja tratado. Para identificar a doença, o paciente pode prestar atenção a alguns sintomas:

  • Tosse seca persistente por mais de três semanas. Em fumantes com tosse crônica, alterações na intensidade e horários habituais.

  • Falta de ar relacionada a esforço físico ou atividades cotidianas, como tomar banho ou durante o repouso.

  • Dor torácica contínua, relacionada aos movimentos da respiração ou à posição do corpo.

  • Presença de sangue no escarro da tosse, sintoma também associado frequentemente à tuberculose.

  • Pneumonias de repetição ou mal curadas.

  • Inchaço no pescoço ou na face.

  • Perda de peso notável.

  • Rouquidão por mais de 1 semana.

 

Ao apresentar esses sintomas, procure imediatamente ajuda médica. O diagnóstico precoce pode salvar vidas e é a parte mais importante de todo o tratamento.

 

Tratamento para o câncer de pulmão 

O câncer de pulmão deve ser identificado corretamente quanto ao seu tipo para que o tratamento adequado seja ministrado. Dentre as formas de tratamento que podem ser empregadas, estão:

  • Cirurgia: retirada cirúrgica do tumor, dependendo da localidade do mesmo.

  • Quimioterapia: tratamento com medicamentos administrados via oral, injetável, subcutânea ou intravenosa. É um dos tipos mais comuns de tratamentos para todos os tipos de câncer, variando de substância administrada conforme o caso.

  • Radioterapia: administração local de radiação com o fim de eliminar as células cancerosas da região. É mais um dos tipos mais utilizados de tratamento para diversos tipos de câncer, e pode variar de intensidade, posição e localidade.

  • Imunoterapia: consiste em auxiliar o sistema imunológico do paciente a lutar contra o câncer de pulmão. Para isso, são administradas substâncias que melhoram sua capacidade de identificar as células cancerosas ou aumentam sua força.

  • Terapia alvo: tratamento que utiliza substâncias capazes de identificar e atacar mais diretamente as células cancerosas.

 

Prevenção ao câncer de pulmão 

Seguindo algumas recomendações de estilo de vida saudável, é possível prevenir o câncer de pulmão. Entre os fatores de prevenção, estão:

  • Não fumar

  • Manter uma dieta saudável e balanceada

  • Evitar o canto com substâncias químicas inaláveis, incluindo drogas inaláveis

  • Praticar atividade física, no mínimo, 30 minutos por dia

Lembre-se que o diagnóstico precoce é de alta importância no processo de tratamento. Um câncer de pulmão diagnosticado precocemente pode ter até 90% de chances de cura.

 

Prevenção aos efeitos colaterais na pele 

Os tratamentos oncológicos podem diminuir consideravelmente a proteção natural da pele, causando ressecamento e perda de proteção, o que pode expor o organismo a possíveis infecções externas. Porém, não é recomendado que o paciente utilize os produtos de uso cotidiano, pois eles podem conter componentes agressivos à pele do paciente oncológico.

Alguns dos mais comuns são os parabenos (conservantes), ureia (hidratante impróprio), fragrâncias e corantes. Como a pele do paciente fica extremamente sensível durante o tratamento, esses componentes devem ser evitados.

Todos os produtos Wecare Skin são livres desses componentes, sendo os mais indicados aos pacientes oncológicos, pois evitam reações alérgicas, além de enjoos e náuseas causados por fragrâncias.

Sua pele terá um tratamento completo com limpeza e hidratação especiais para uma pele que necessita de maiores cuidados. Utilizando o kit completo, as chances de prevenção e recuperação são bem maiores.

 

Washcare 

Washcare é uma suave espuma de limpeza rica em aminoácidos naturais que limpa e mantém a hidratação da pele, o que é essencial para a prevenção aos efeitos colaterais. Ele ajuda a hidratar a pele afetada pelos efeitos colaterais da quimioterapia ou radioterapia, recuperando sua hidratação e proteção natural.

O Washcare combina elementos naturais de limpeza, como aminoácidos, que limpam sem agredir a pele, além de mantê-la hidratada e com PH preservado. Seu poder de hidratação vem da combinação de Aloe Vera e Calêndula, o que proporciona uma deliciosa sensação de bem-estar.

 

Moistcare 

Moistcare é uma loção hidratante que ajuda no processo de reconstrução e hidratação da pele, especialmente desenvolvida para pacientes que estão passando ou que ainda passarão pela quimioterapia ou radioterapia.

O Moistcare hidrata a pele, ajudando-a a recuperar suas propriedades naturais de proteção e neutralizando o efeito dos radicais livres. Com alto poder umectante, o Moistcare contém grande concentração de antioxidantes e hidratantes naturais que proporcionam a sensação de bem-estar, evitando ou minimizando os efeitos da quimioterapia ou radioterapia.

 

Extremecare 

O Extremecare é um creme ultra-hidratante que combate o ressecamento até mesmo das áreas mais desidratadas, como cotovelos, joelhos, mãos e pés, deixando uma sensação de bem-estar com profunda hidratação.

O Extremecare ajuda a recuperar os componentes naturais da pele, restaurando sua proteção e neutralizando os efeitos dos radicais livres. Assim, ele diminui o incômodo dos efeitos colaterais da quimioterapia ou radioterapia e te ajuda a passar pelo estresse causado pelo tratamento.

 

Coolcare Mask 

A Coolcare Mask é uma máscara com efeito calmante e refrescante indicada para o alívio das lesões causadas pela radioterapia ou radiodermite. Ela ajuda a hidratar a pele e a refrescar a área afetada, trazendo alívio e frescor até mesmo após sua remoção.

Além disso, ela é de fácil remoção e pode ser completamente retirada da pele antes da próxima sessão de radioterapia sem deixar nenhum resíduo, o que é de extrema importância para o tratamento.

 

Compartilhe com seus amigos e ajude mais pessoas a saber identificar o câncer de pulmão.

 

 

Fontes:

https://www.hcancerbarretos.com.br/home-paciente/93-paciente/tipos-de-cancer/cancer-de-pulmao/173-cancer-de-pulmao-sintomas

https://www.cancer.org/cancer/non-small-cell-lung-cancer/treating.html

https://www.cancer.org/cancer/small-cell-lung-cancer/treating.html

https://www.cancer.org/cancer/non-small-cell-lung-cancer/causes-risks-prevention/risk-factors.html

https://www.cancer.org/cancer/small-cell-lung-cancer/causes-risks-prevention/risk-factors.html

https://www.cancer.org/cancer/non-small-cell-lung-cancer/causes-risks-prevention/prevention.html

https://www.cancer.org/cancer/small-cell-lung-cancer/causes-risks-prevention/prevention.html

https://medicoresponde.com.br/cancer-de-pulmao-tem-cura/

https://www.cancer.org/cancer/small-cell-lung-cancer/about/what-is-small-cell-lung-cancer.html

https://www.cancer.org/cancer/non-small-cell-lung-cancer/about/what-is-non-small-cell-lung-cancer.html

 

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts