0800 033.3393 +55 11 97095-1626
Como é feita a radioterapia? Procedimento e prevenção aos efeitos colaterais

Como é feita a radioterapia? Procedimento e prevenção aos efeitos colaterais

Publicado por: Wecare Publicado: 07/08/2018 Visitas: 10668 Comentários: 2

Dentre os tratamentos para o câncer, os mais conhecidos são a quimioterapia, a cirurgia e a radioterapia. Através da irradiação das células tumorais, a radioterapia é eficiente em inibir seu crescimento e destruir o tecido canceroso.

Uma das dúvidas de pacientes que recebem o diagnóstico é como é feita a radioterapia. Hoje, vamos explicar como funciona o procedimento, seus possíveis efeitos colaterais, além de prevenção e cuidados.

 

O que é a radioterapia? 

Antes de entender como é feita a radioterapia, vamos a uma breve explicação sobre o seu conceito.

A radioterapia é um tratamento local para vários tipos de câncer e pode ser aplicada com ou sem o acompanhamento de outros tratamentos. Ela consiste na aplicação de radiação, geralmente de raios X, ou de elétrons de alta energia, produzidos por um equipamento chamado acelerador linear de partículas.

Sua função é impedir que as células cancerosas se multipliquem, inibindo o crescimento do tumor e o destruindo. Como a radioterapia é feita com irradiação, ela deve ser o mais direcionada o possível para a área a ser tratada, a fim de minimizar os efeitos em tecido saudável do organismo.

Existem diversas técnicas de radioterapia, sendo as mais conhecidas a externa e a interna (braquiterapia). A radioterapia externa é feita com um equipamento que emite radiação próximo ao paciente, direcionada a uma determinada área a ser tratada.

Já a interna, ou braquiterapia, consiste no implante de um agente radioativo próximo à lesão, que emite radiação a curta distância diretamente sobre o tecido afetado. Ela geralmente é empregada em casos de tumores pequenos, mas isto não é uma regra.

Existe também a radioterapia metabólica, onde o agente radioativo é administrado por via oral ou injeção intravenosa, prendendo-se às células cancerosas para destruí-las.

 

Como é feita a radioterapia? 

O procedimento radioterápico tem início com o primeiro encontro do paciente com a equipe multidisciplinar responsável pelo tratamento. Na primeira etapa, será definido o local a ser irradiado, bem como calculadas as doses de radiação.

É feita uma espécie de tatuagem temporária sobre a pele para destacar os pontos importantes. Também são definidos nesta etapa a duração e frequência das sessões de radioterapia.

Como a radioterapia é feita em sessões, geralmente elas são divididas entre 4 a 5 sessões por semana, ao longo de várias semanas, cada sessão tendo entre 15 a 30 minutos de duração. O tratamento é indolor ao paciente e pode ser realizado em ambulatório, sem a necessidade de internação, exceto em casos determinados pelo médico.

 

Efeitos colaterais da radioterapia 

Não basta saber como é feita a radioterapia. Também é preciso estar ciente sobre os possíveis efeitos colaterais do procedimento. Como a radioterapia é feita de forma a penetrar sob a pele para chegar ao tumor, células saudáveis são atingidas no caminho, podendo ocasionar o surgimento destes efeitos colaterais.

Isso depende muito do paciente, da dose radioterápica e do tempo do tratamento. Nem todos os pacientes observam o surgimento de efeitos colaterais, e quando eles surgem, a maioria é de grau leve ou moderado.

Veja agora quais são os efeitos mais comuns do tratamento radioterápico.

  • Fadiga – cansaço e indisposição;

  • Dores de cabeça – por vezes acompanhadas de náuseas e vômitos;

  • Problemas na pele – vermelhidão, ressecamento, coceira;

  • Radiodermite – inflamação da pele com descamação, fissuras ou queimaduras;

  • Reação inflamatória – inchaço da área tratada;

  • Alterações no sangue – glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas

 

Prevenção e tratamento dos efeitos colaterais da radioterapia na pele 

Depois de entender como é feita a radioterapia e quais são seus possíveis efeitos colaterais, vamos às recomendações de prevenção e tratamento dos efeitos. A pele está entre as partes mais afetadas, já que a radiação deve atravessá-la para chegar até o tumor.

Como dito acima, nem todos os pacientes apresentam esses efeitos, sendo que isso depende muito do paciente, da duração e intensidade da radiação. Porém, existem formas de retardar, prevenir ou tratar os efeitos da radioterapia sobre a pele.

Antes de mais nada, é preciso manter a pele muito bem limpa e hidratada. Durante as sessões de radioterapia a pele deve estar limpa e sem nenhum produto. A hidratação pós sessão, mantém a pele saudável e apta a resistir melhor ao tratamento, enquanto a limpeza evita que a radiação cause problemas maiores.

Mas existe um detalhe importante. Nem todos os tipos de hidratantes podem ser utilizados na pele de pacientes em radioterapia, pois estes ficam fragilizados pelo tratamento, estando vulneráveis a componentes químicos que normalmente não causariam grandes danos.

Dentre esses componentes, estão a ureia (agente hidratante), as fragrâncias e os corantes, que se tornam agressivos à pele dos pacientes em radioterapia. Já os parabenos, que são conservantes amplamente utilizados nesses produtos, oferecem riscos a todas as pessoas com a pele lesionada, inclusive a quem não tem câncer, e devem ser evitados também.

Existem alternativas com produtos livres de todos esses componentes, especialmente voltados a pacientes oncológicos. A Wecare Skin oferece estes produtos. São utilizados agentes alternativos que substituem os componentes agressivos por outros de origem natural.

Os principais ativos são a Aloe Vera, a Aveia, a Camomila, o Frescolat e a Calêndula. São 4 tipos de produtos especiais para pacientes que estão fazendo ou vão fazer radioterapia:

  • Washcare – espuma de limpeza que limpa a pele sem remover sua proteção, sem agredir e sem desequilibrar o PH. Ideal para ser usada durante o banho e substituir o sabonete comum;

  • Moistcare – hidratante composto de ingredientes naturais, que mantém a pele hidratada e protegida contra a ação da radioterapia, sem diminuir sua eficácia e sem agredir a pele;

  • Extremecare – ultra-hidratante com a mesma formulação do Moistcare, porém em maior concentração, ideal para áreas ressecadas ou afetadas pela radioterapia;

  • Coolcare Mask – máscara especialmente desenvolvida para proporcionar alívio e frescor às áreas afetadas com radiodermite ou outros efeitos da radioterapia. É de fácil remoção e não interfere na próxima sessão do tratamento.

 

Agora que você já sabe como é feita a radioterapia, certifique-se de utilizar os produtos corretos. Quanto antes você começar os cuidados com a pele, melhores serão suas chances de evitar os efeitos colaterais.

Sempre consulte seu médico e evite interromper o tratamento. Com a ajuda dos produtos Wecare Skin, o paciente consegue cumprir a radioterapia até o fim com muito mais conforto e qualidade.

 

Fontes:

https://www.gentside.com.br/radioterapia/radioterapia-como-funciona-efeitos-o-que-e-radioterapia_art5895.html

Produtos relacionados

Washcare
Washcare

R$ 95,00

Comprar

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts