0800 033.3393 +55 11 97095-1626
Como aumentar a imunidade após a quimioterapia?

Como aumentar a imunidade após a quimioterapia?

Publicado por: We Care Publicado: 05/12/2018 Visitas: 4726 Comentários: 0

O tratamento oncológico pode apresentar alguns efeitos colaterais e os pacientes já sabem disso. O que muitos ainda não sabem é que alguns desses efeitos podem ser mais discretos, como a queda da imunidade do organismo.

Isso acontece devido à função dos quimioterápicos, que atacam células de reprodução acelerada, podendo atingir células do sistema imunológico. Assim, o paciente pode apresentar uma queda nas funções imunológicas, o que facilita a contração de infecções e outras doenças.

Para que o tratamento seja feito do início ao fim sem interrupções e para que o paciente desfrute da melhor condição de saúde possível, é preciso prestar atenção à alimentação, que é a principal forma de melhorar a imunidade durante e após o tratamento.

No post de hoje, vamos explicar como aumentar a imunidade após a quimioterapia, mas estas dicas também valem para os pacientes que ainda estão passando pelo tratamento. Importante também ressaltar que as mesmas dicas se aplicam no caso de pacientes que estão passando pela radioterapia.

 

Os efeitos colaterais ligados à imunidade 

A queda da imunidade é chamada de neutropenia. A quimioterapia tem como objetivo neutralizar as células cancerosas do tumor, porém, ela também pode afetar células saudáveis, como as da medula óssea.

Quando isso acontece, ocorre a neutropenia. Há uma queda na produção de elementos do sangue, incluindo os glóbulos brancos, que são os principais responsáveis pelo sistema imunológico.

Essa condição é geralmente descoberta em exames de rotina ao longo do tratamento, como um exame de sangue, já que é um efeito colateral silencioso. Contudo, o paciente deve ficar atento a alguns sinais, como febre alta, diarreia, ardor ao urinar, calafrios ou transpiração excessiva, tosse ou dificuldade para respirar.

Se forem identificados sinais de que a imunidade está baixa, podem ser solicitados exames que comprovem esta situação. Nos casos mais graves, é necessário interromper o tratamento até que o paciente se recupere.

É aconselhável evitar contaminações tomando alguns cuidados, como lavar as mãos com frequência, especialmente depois de sair de ambientes desconhecidos, evitar multidões, usar máscara na rua, evitar comer fora de casa, evitar alimentos crus como peixes e carnes cruas, entre outros. Consulte seu médico para ter uma orientação completa.

 

Como aumentar a imunidade após a quimioterapia? 

Durante e após a quimioterapia, o paciente pode se apoiar na alimentação para aumentar a imunidade e se manter saudável, seguindo algumas recomendações nutricionais especiais para pacientes oncológicos.

Não é qualquer coisa que o paciente oncológico pode comer e, por isso, essa dieta deve ser elaborada especialmente para cada caso. De forma geral, vamos dar algumas dicas de alimentos que podem ser ingeridos por pacientes oncológicos para aumentar a imunidade após a quimioterapia.

 

Selênio 

O selênio é um mineral considerado antioxidante, imunoestimulante, desintoxicante e anti-inflamatório. Ele atua nas defesas do organismo aumentando a imunidade, além de favorecer o processo de cicatrização.

Fontes de selênio incluem o alho, a cebola, o milho, os cereais integrais e os frutos do mar. Aqui vale uma ressalva. O paciente oncológico deve, sempre que possível, evitar alimentos crus (com exceção dos que são naturalmente comidos crus, como saladas e frutas).

Se você optar por ingerir selênio através de frutos do mar, certifique-se de limpar muito bem os alimentos e os cozinhar em altas temperaturas, o que elimina completamente o risco de contaminação. Essa dica vale para todos os alimentos, incluindo peixes, carnes, vegetais, entre outros.

 

Vitamina C 

A vitamina C é conhecidamente um dos principais nutrientes que atuam em conjunto com o sistema imunológico. Trata-se de uma vitamina hidrossolúvel que atua como antioxidante, melhorando a imunidade e a resistência contra infecções.

A vitamina C pode ser encontrada em abundância em frutas e vegetais cítricos, como a laranja, o limão, a lichia e o pimentão amarelo. Porém, se a quimioterapia estiver causando aftas na boca do paciente, é aconselhável evitar alimentos cítricos e ácidos.

Nestes casos, a vitamina C pode ser encontrada na couve, no brócolis e no alho, por exemplo. Busque fontes alternativas para alimentos que não puderem ser ingeridos. A equipe multidisciplinar conta com nutricionistas que podem te ajudar nesta etapa.

 

Ômega 3 

Outro nutriente que ajuda a aumentar a imunidade após a quimioterapia é o ômega 3. Ele faz parte dos ácidos graxos, que possuem função anti-inflamatória e podem contribuir com o controle da imunidade.

Você pode encontrar ômega 3 facilmente em sardinhas, atum, salmão, nozes, sementes de linhaça e chia. Novamente, é importante que você não consuma peixe cru, como os famosos sashimis. Os alimentos de origem animal, quando ingeridos crus, podem trazer bactérias e fungos para dentro do organismo e devem ser evitados.

Prefira sempre cozinhar seus próprios alimentos, já que é impossível saber como eles são tratados em restaurantes e lanchonetes.

 

Zinco 

O zinco é um mineral que tem efeito diretamente sobre a produção, maturação e atuação dos leucócitos, que são as células do sistema imunológico. Uma das melhores formas de aumentar a imunidade após a quimioterapia é através da ingestão de zinco.

Ele pode ser encontrado na carne bovina, no frango, no peixe, no fígado de boi, em frutos do mar, ovos, leite, cereais integrais e castanhas em geral. Lembre-se sempre da regra do cozimento.

 

Prebióticos 

A função dos prebióticos é melhorar o funcionamento do intestino e a absorção de nutrientes no organismo. Aumentando essa função, você estará contribuindo para que a alimentação exerça uma função nutritiva mais rapidamente.

Isso pode ser conseguido com a ingestão de cebola, alho, alho poró, soja, chicória aspargo e alcachofra. Uma simples salada de couve com cebola crua (e bem lavada) pode ser altamente benéfica para o organismo.

 

Se você estiver em dúvida, lembre-se de consultar a equipe multidisciplinar, sobretudo os nutricionistas, a fim de receber orientações mais exatas para o seu caso específico.

 

 

 

 

Fontes:

https://emais.estadao.com.br/noticias/bem-estar,alimentos-que-fortalecem-o-sistema-imunologico-durante-a-quimioterapia,10000064490

https://dascoisasquetenhoaprendido.com.br/2017/07/01/10-alimentos-para-aumentar-a-imunidade-durante-e-apos-a-quimioterapia/

https://www.vencerocancer.org.br/dia-a-dia-do-paciente/efeitos-colaterais/e-comum-a-imunidade-cair-durante-o-tratamento-oncologico/

 

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts