0800 033.3393 +55 11 97095-1626
Qual o melhor creme para usar durante a radioterapia?

Qual o melhor creme para usar durante a radioterapia?

Publicado por: We Care Publicado: 06/12/2018 Visitas: 769 Comentários: 0

A radioterapia é um tratamento oncológico que visa destruir as células cancerosas de um tumor. Ela é feita através da irradiação do local afetado, com raios X ou feixes radioativos produzidos por um acelerador linear de partículas.

Ocorre que, ao mesmo tempo em que a radioterapia age sobre as células do câncer, ela também passa por células saudáveis, sobretudo as da pele. Infelizmente, não é possível efetuar a radioterapia sem que células saudáveis também sejam afetadas.

Isso acaba por produzir alguns efeitos colaterais no organismo e na pele. Esses efeitos precisam ser tratados separadamente a fim de manter o tratamento em andamento. Se as sessões precisarem ser interrompidas, o tratamento será prejudicado.

No post de hoje, vamos falar sobre qual o melhor creme para usar durante a radioterapia e evitar ou aliviar os efeitos colaterais deste tratamento.

 

Efeitos colaterais da radioterapia 

Assim como a quimioterapia, a radioterapia também apresenta efeitos colaterais que podem ser sentidos em todo o corpo. Alguns desses efeitos são mais conhecidos, enquanto outros podem surpreender os pacientes menos informados.

 

Ressecamento da pele 

O ressecamento da pele é o principal efeito colateral causado pela radioterapia, e é também devido ao ressecamento que outros efeitos colaterais podem surgir. Por isso, tratar o ressecamento é tratar diversos efeitos que podem aparecer posteriormente.

A radiação remove a hidratação natural da pele, deixando-a ressecada e desprotegida. Isso pode ser prejudicial e deixar a pele exposta a microrganismos que estejam no ambiente e que podem causar infecções e contaminações.

Para tratar o ressecamento, é necessário o uso de um bom hidratante, especialmente desenvolvido para pacientes oncológicos e que não seja agressivo à pele.

 

Radiodermite 

A radiodermite é outro dos principais efeitos colaterais da radioterapia e pode ocorrer em diferentes graus de intensidade. Geralmente, no início apresenta uma hiperpigmentação, uma vermelhidão no local de aplicação do feixe radioativo.

Quando a radiodermite não é devidamente tratada, pode evoluir, apresentando descamação seca da pele, descamação úmida, coceira, inflamação e queimaduras. A radiodermite pode ser um efeito colateral bastante desconfortável se não for tratada.

A melhor forma de prevenir é com a hidratação intensa da pele no local afetado pela radiação. Além disso, o paciente deve, a todo custo, evitar a exposição ao sol. Também não é recomendado exercer nenhuma forma de atrito sobre a região afetada.

Isso inclui cuidados com o tipo de roupa utilizada, manuseamento de objetos, a posição do corpo ao se sentar ou se deitar, entre outros aspectos.

 

Qual o melhor creme para usar durante a radioterapia? 

Durante o tratamento oncológico a pele do paciente fica fragilizada, e algumas substâncias que não fariam mal a uma pele saudável podem ser agressivos ao paciente com câncer. Isso se aplica tanto á radioterapia quanto à quimioterapia.

Ambos os tratamentos interferem no sistema imunológico de maneiras diferentes. É necessário que o paciente se atenha a alguns detalhes acerca do que é aconselhável e o que não é aconselhável a ser usado.

Os principais componentes agressivos que o paciente oncológico deve evitar são: parabenos (um conservante comumente utilizado em cosméticos), ureia (agente hidratante também amplamente encontrado em loções hidratantes), corantes e fragrâncias.

Todos esses componentes podem agredir a pele do paciente e piorar os efeitos colaterais ao invés de ajudar a curar as enfermidades. O melhor creme para usar durante a radioterapia é um que não contenha nenhum desses componentes e, ainda assim, seja capaz de hidratar a pele profundamente.

 

Wecare Skin 

A Wecare Skin se preocupa com os efeitos colaterais, com o problema e, principalmente, com os pacientes. Pensando nas necessidades especiais dos pacientes oncológicos, a Wecare desenvolveu produtos orientados especialmente aos pacientes que estão em tratamento, removendo da fórmula todos os componentes agressivos.

Para manter o poder de hidratação, foram utilizados componentes naturais, como a aveia, a aloe vera, a calêndula, a avelã, a camomila e a manteiga de Karité. A alta concentração desses componentes garante uma hidratação profunda e completa, que revitaliza a pele, traz alívio dos sintomas, hidrata e renova a proteção natural.

A linha de cuidados para radioterapia inclui o Washcare, uma espuma de limpeza para substituir o sabonete (que é altamente agressivo à pele do paciente oncológico), o Moistcare, um hidratante para o corpo todo com todos os benefícios citados acima e sem nenhum componente agressivo, o Extremecare, um ultra-hidratante com alto poder de hidratação, ideal para áreas mais afetadas pela radiodermite, além da Coolcare Mask, uma máscara refrescante que alivia a queimação da radiodermite e pode ser utilizada a qualquer momento do dia.

A recomendação é que o paciente comece a utilizar os produtos o quanto antes, para dar à pele condições de se manter saudável assim que o tratamento começar. Isso vai evitar que os efeitos colaterais apareçam, diminuir a intensidade desses efeitos e permitir que o paciente tenha maior qualidade de vida ao longo do tratamento.

Alguns pacientes não sentem qualquer efeito colateral uma vez que estejam cuidando da pele adequadamente. Mas para isso, é importante saber qual o melhor creme para usar durante a radioterapia e evitar as marcas que apresentam em sua fórmula componentes agressivos à pele do paciente oncológico.

 

Seguindo as recomendações, você conseguirá passar pelo tratamento com mais conforto e menos preocupação.

 

 

 

Produtos relacionados

Posts relacionados

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts